Nós, as organizações abaixo assinadas, apelamos aos líderes políticos de ambos os lados do Atlântico para que interrompam o acordo de livre comércio União Européia-Mercosul.

O acordo UE-Mercosul pertence a um modelo comercial do século 20, ultrapassado e que se provou inadequado para o planeta. Um modelo que serve aos interesses corporativos à custa dos limites planetários, de inaceitáveis desigualdades sociais ​​e do bem-estar animal.

Os objetivos e os elementos centrais deste acordo estão em oposição direta à ação climática, à soberania alimentar e à defesa dos direitos humanos e do bem-estar animal. O acordo de livre comércio incentivará ainda mais a destruição e o colapso da biodiversidade da Amazônia, do Cerrado e do Gran Chaco devido à expansão das cotas pecuárias e de etanol, perpetuando um modelo extrativista de agricultura exemplificado pelo sobrepastoreio (uso intensivo do solo que leva à sua degradação), expansão de confinamentos pecuários de monoculturas quimicamente intensivas. Abusos de direitos humanos são parte intrísica das cadeias de produção visadas no acordo. Assiná-lo daria um forte sinal político de que tais abusos hediondos são aceitáveis.

O acordo comercial irá destruir os meios de subsistência tanto na Europa quanto na América do Sul, prejudicando a agricultura familiare e trabalhadores. Visando comercializar commodities agrícolas por carros poluentes, o acordo representa uma ameaça iminente aos empregos industriais nos países do Mercosul. Ele perpetua o caminho de dependência das economias sul-americanas como exportadoras baratas de matérias-primas, que por sua vez são obtidas por meio da destruição de recursos naturais vitais, em vez de promover o desenvolvimento de economias sólidas, diversificadas e resilientes.

Para um futuro viável, um modelo de comércio do século 21 deve apoiar, em vez de minar, os esforços para criar sociedades socialmente justas e ecologicamente resilientes, baseadas nos princípios de solidariedade, proteção dos direitos humanos e de nossos limites planetários. Cidadãos de toda a Europa e América do Sul estão se unindo contra o acordo UE-Mercosul e trabalhando por um futuro melhor. Nós, as organizações abaixo assinadas, fazemos parte deste movimento que exige que os governos interrompam o acordo UE-Mercosul!

Your organisation (required)

Country (required)

Your name (required, but will not appear)

Your Email (required, but will not appear)

I have the right to sign for my organisation